Acne

Acne vulgar: causas, tratamentos e dicas para prevenção

Acne vulgar

Você sabe o que é acne vulgar? Se você respondeu não, provavelmente não está ligando o nome à lesão, pois acne vulgar nada mais é do que a acne comum, problema de pele que afeta 90% da população em alguma fase da vida.

Mais comum durante a adolescência, a acne vulgar pode ser leve para algumas pessoas com apenas algumas lesões esparsas no rosto, mas para outras, pode ser um problema muito grave e exigir tratamentos específicos ou o uso de medicamentos tópicos ou orais.

Veja neste post tudo sobre acne vulgar, seus tipos, causas e tratamentos, além de algumas dicas e recomendações. Confira!

O que é acne vulgar

A acne vulgar é uma doença dermatológica bastante comum, caracterizada por comedões abertos ou fechados e por pápulas inflamatórias, pústulas e nódulos.

É resultante de uma alteração nas glândulas pilossebáceas, que passam a produzir uma quantidade maior de secreção gordurosa. Esse sebo não consegue ultrapassar a abertura do poro da pele e acaba se acumulando ali, formando os chamados comedões.

Os comedões podem ser abertos, que oxidam e escurecem em contato com o ar formando os cravos pretos; ou fechados, que não oxidam e formam os cravos brancos. Esses comedões favorecem a infecção dos folículos pilosos por bactérias, especialmente a Propionibacterium acnes, originando a acne vulgar.

Ela não é contagiosa e se manifesta com mais frequência na puberdade e nos adultos jovens, mas nas mulheres, pode persistir por mais tempo e é chamada acne da mulher adulta, estando mais relacionada às alterações hormonais do ciclo menstrual.

Costumam aparecer em áreas da pele onde há muitos folículos sebáceos, como o rosto, parte superior do tórax e costas.

A acne vulgar pode causar dor, sensibilidade, irritação ou eritema. Em casos mais graves, em que há um processo inflamatório grave em curso, é possível ter febre.

Tipos de acne vulgar

A acne vulgar pode ser classificada de acordo com o tipo e gravidade da lesão e saber qual é o tipo que afeta a sua pele é essencial, pois os tratamentos mudam conforme a classificação. Confira os tipos de acne vulgar:

  • Acne grau I (comedônica): comedões abertos e fechados sem processo inflamatório;
  • Acne grau II (pápulo-pustulosa): comedões, pápulas vermelhas e inflamadas e pústulas com pus;
  • Acne grau III (nódulo-cística): aparecimento de cistos, ou seja, de lesões mais profundas, inflamadas e dolorosas;
  • Acne grau IV (conglobata): nódulos, abcessos e cistos purulentos, muito inflamados e intercomunicantes;
  • Acne grau V (fulminans): forma rara e gravíssima que exige internação hospitalar.

Causas e fatores de risco

A acne vulgar é uma doença de causas múltiplas.

Acredita-se que hereditariedade, pré-disposição genética, alterações na produção dos hormônios sexuais, infecção por bactérias e estresse emocional sejam fatores de risco para o aparecimento dessas lesões ou agravamento do quadro.

Pessoas que possuem pele mista a oleosa também tem uma propensão maior a desenvolver o problema.

Ao contrário do que se imagina, não existem estudos que comprovem a relação entre o aparecimento da acne vulgar e uma dieta rica em alimentos gordurosos, como chocolate, frituras e amendoim, por exemplo.

Tratamentos para acne vulgar

Como dissemos anteriormente, o tratamento da acne vulgar depende da sua gravidade. Por isso, é essencial procurar um dermatologista para que ele possa identificar qual o grau das lesões e indicar produtos e procedimentos mais assertivos.

Nos casos mais leves, a aplicação tópica de medicamentos com ativos como a tretinoína, ácido retinoico, salicílico ou peróxido de benzoíla pode ser suficiente para desobstruir os folículos pilosos, controlar a oleosidade e impedir o desenvolvimento de bactérias.

Já para os casos de acne inflamatória e purulenta, os antibióticos por via oral ou tópica ou, ainda, sob a forma de injeções no interior das lesões representam uma opção de tratamento mais intensivo.

Alguns procedimentos estéticos com peelings químicos, microdermoabrasão e laser também são indicados para o tratamento de acne vulgar, já que estimulam a renovação da pele.

Vale ressaltar que os tratamentos para esse tipo de lesão são longos e devem ser feitos regularmente até o desaparecimento das lesões, que pode ser lento e é gradativo.

Dicas e recomendações para prevenção

Alguns bons hábitos podem ajudar na prevenção ou piora do quadro de acne vulgar:

  • Mantenha uma rotina diária de limpeza facial. Lave o rosto com um sabonete específico para seu tipo de pele, tonifique e hidrate. Mas cuidado! Nada de lavar o rosto excessivamente, pois isso pode causar um efeito rebote e piorar ainda mais o quadro das lesões. Duas vezes ao dia já é suficiente, uma pela manhã e outra antes de dormir;
  • Nunca esprema as espinhas, pois pode causar um processo inflamatório que pode resultar na formação de cicatrizes definitivas;
  • Nunca durma sem remover a maquiagem, pois ela obstrui os poros e facilita o surgimento da acne;
  • Use produtos que sejam oil-free e não-comedogênicos.

A acne vulgar, além de acometer a maioria da população em algum momento da vida, causa incômodo e pode destruir a autoestima. Se este é o seu caso, não hesite em procurar ajuda de um dermatologista, pois o problema tem tratamento!

Você sofre com a acne vulgar? Como lida com o problema? Faz algum tratamento? Conta pra gente nos comentários!

Leave a Comment

/* ]]> */