Celulite

Celulite ocular: causas, diagnóstico e tratamento

Celulite ocular

A celulite ocular ou orbitária é uma inflamação dos tecidos profundos da órbita, provocando forte inchaço e muita dor na região da pálpebra. Em alguns casos, a pessoa fica impossibilitada de permanecer com o olho aberto. O edema causa restrição de movimento, deslocamento dos olhos e febre. Mas tem cura.

Embora os nomes sejam muito parecidos, na verdade, existe a celulite ocular pré-septal, que é mais leve e costuma atingir as pálpebras e áreas próximas da pele, e a celulite orbital, a mais complicada e perigosa.

As causas para o surgimento destas condições podem ser bem diferentes. Por exemplo: um trauma ocular ou uma acne que foi manipulada sem a higiene ideal, permitindo que a bactéria entre no tecido.

Nas crianças, a celulite na região orbitária pode surgir em decorrência de sinusite ou infecção do trato respiratório superior. Nos menores de 9 anos de idade, as bactérias aeróbias estão entre os agentes causadores desta doença.

Até uma gripe mais intensa ou uma rinite é fator de risco para o desenvolvimento da celulite ocular. A enfermidade também pode aparecer por consequência de picada de inseto ou presença de corpos estranhos nos olhos.

Lembrando que fator de risco é algo com capacidade de influenciar a chance de adquirir uma doença. Mas nem mesmo a presença de vários deles significa que alguém vai, definitivamente, desenvolver uma enfermidade.

Sem os cuidados certos, a celulite orbitária é capaz de evoluir para quadros graves, como meningite, infecção generalizada (septicemia), perda de audição ou de visão.

Em geral, o diagnóstico da celulite orbitária acontece por meio da observação do inchaço da pálpebra. Outros sintomas que acompanham a inflamação são: mal-estar generalizado, redução de visão, febre acima de 39º C e globo ocular com aparência avermelhada e lustrosa.

Importante: os sintomas descritos aqui têm caráter informativo, e são levantados a partir dos aspectos gerais – já conhecidos pela ciência – dos problemas. Apresentar um ou mais destes sinais não significa, necessariamente, que um indivíduo esteja com celulite ocular. E somente um médico pode dar diagnósticos e prescrever tratamentos.

O exame clínico deve ser feito por um especialista em oftalmologia, e pode incluir também uma ressonância magnética ou tomografia para detectar a presença de abcessos, que são pequenos acúmulos de pus.

Confirmada a celulite ocular pelo médico, é essencial começar a medicação o quanto antes. Além de antibióticos, em casos mais severos, é feita a internação da pessoa. Quando a origem do problema é viral, também podem ser prescritos antivirais para combater a doença.

Em alguns quadros, é preciso drenar cirurgicamente o edema nas pálpebras. O procedimento para extrair o líquido acumulado da infecção não é muito complicado, porém, precisa ser feito por um oftalmologista com especialização em cirurgia na órbita ocular.

O tratamento da celulite ocular com antibiótico por via sistêmica deve ser iniciado de imediato. Existe risco de a doença atingir o cérebro através do sistema venoso.

Para escolher o medicamento adequado que será administrado no tratamento da celulite ocular, é comum fazer uma análise da secreção encontrada no local.

O ritmo da evolução dela depende do comportamento do micro-organismo que causou a infecção.

Casos de perda de visão e comprometimento neurológico são raros, porém, podem acontecer se o indivíduo não for tratado. Por isso, ao sinal de presença de celulite orbitária, é vital procurar atendimento especializado.

As informações exibidas aqui relatam o que geralmente ocorre em uma condição clínica, mas não são aplicadas a todas as pessoas. E elas não substituem uma consulta.

Sempre que notar um problema médico, entre em contato com um profissional da área de saúde. Se você acredita que tem uma emergência, ligue para seu médico ou para um número de emergência o quanto antes.

Os olhos são áreas extremamente sensíveis. Ao indício de inchaço e vermelhidão ao redor deles, procure um oftalmologista. Fique atento às causas e aos tratamentos da celulite ocular. Não pratique a automedicação.

Cuide-se! Até a próxima…

Leave a Comment

/* ]]> */