Celulite

Corrente russa: conheça o tratamento que modela e define o corpo!

A busca pelo corpo perfeito já pode contar com mais um aliado: a corrente russa.

Como o próprio nome diz, a técnica foi inventada na Rússia, na década de 80, e era utilizada, inicialmente, para a melhora da flacidez, atrofia e fadiga muscular que os astronautas do país apresentavam, pela falta da ação da gravidade na musculatura, ao retornar de suas missões espaciais.

Atualmente, a corrente russa é um procedimento que utiliza a corrente elétrica para fins terapêuticos e estéticos. Na terapêutica, pode ser usada para restabelecimento muscular, redução da dor, melhora da incontinência urinária, disfagia, patologias trauma-ortopédicas, entre outros. Já na estética, é utilizada no combate à flacidez e celulite, tonificando a musculatura e remodelando o corpo.

Quer saber mais sobre este tratamento e como ele pode te ajudar a ter o corpo que você sempre sonhou? Leia este post, onde abordaremos o uso estético da corrente russa. Confira!

O que é e como funciona a corrente russa

Também conhecida como eletroestimulação, a corrente russa é um procedimento estético que visa intensificar a tonificação e definição corporal, através de um estímulo elétrico que produz uma contração muscular no local onde é aplicado.

Esteticamente é utilizada para melhorar a tonicidade da pele facial e corporal, combatendo a flacidez, rugas e celulite, além de remodelar o corpo. É muito utilizada para recuperação do tônus muscular no pós-parto, pós-emagrecimento e pré e pós-lipoaspiração.

O tratamento é realizado através de um aparelho de eletroterapia que emite e transmite o estímulo elétrico através eletrodos acoplados em cintas elásticas colocadas nas regiões do corpo a serem submetidas ao procedimento.

A corrente transmitida é de média frequência alternada de 2500 Hz e é aplicada no corpo através de uma série de disparos separados com o objetivo de produzir uma contração muscular intensa e involuntária que otimiza a tonificação muscular. Essa corrente é despolarizada, portanto não causa dor, desconforto e nem traz riscos de choques.

Benefícios da corrente russa

O tratamento com a corrente russa traz diversos benefícios estéticos para o corpo:

  • Ganho de força;
  • Sutil crescimento muscular;
  • Aumenta o tônus muscular;
  • Remodela e define a silhueta;
  • Melhora na circulação sanguínea e linfática;
  • Redução da flacidez;
  • Auxílio na perda de peso;
  • Redução na retenção de líquidos;
  • Redução da celulite e gorduras localizadas;
  • Eliminação de toxinas;
  • Melhora na oxigenação nos tecidos.

Tratamento e sessões

O tratamento recomendado costuma ser de pelo menos dez sessões, mas tudo depende da situação da área a ser tratada, do condicionamento físico, necessidades e objetivos que o paciente deseja alcançar com a corrente russa.

É aconselhável realizar de duas a três sessões por semana para que os resultados apareçam mais rápido e sejam mais evidentes.

Cada sessão tem a duração média de 20 minutos, mas é relativo, pois pode variar de acordo com a região que será submetida ao tratamento.

Pode ser necessário realizar manutenções após o tratamento, dependendo do caso e objetivo do paciente.

Vale salientar que a corrente russa só pode ser aplicada por médicos dermatologistas e por fisioterapeutas com treinamento adequado para a técnica.

Contraindicações

Apesar de ser um tratamento não invasivo e indolor, a corrente russa possui algumas contraindicações. Ela não é indicada para pessoas nas seguintes condições:

  • Indivíduos com marca-passo cardíaco;
  • Doenças cardíacas;
  • Doenças circulatórias como varizes, trombose e embolia;
  • Doenças renais;
  • Doenças mentais;
  • Doenças pulmonares;
  • Epilepsia;
  • Febres, infecções e inflamações;
  • Tumores cutâneos e dermatoses;
  • Reumatismo;
  • Hipertensão arterial;
  • Gravidez;
  • Lesão muscular, ligamentar ou nos tendões da área a ser tratada.

Resultados da corrente russa

A corrente russa ou eletroestimulação pode recrutar até 40% mais fibras musculares do que um exercício físico comum, sendo muito eficiente na tonificação muscular, remodelamento e definição corporal, além de melhorar o aspecto da celulite de forma rápida e eficaz.

No entanto, vale ressaltar que a corrente russa não faz milagre. Somente o tratamento não é capaz de modelar o corpo.  A eletroestimulação deve ser utilizada como uma ferramenta de suporte para pessoas que querem eliminar a gordura e tonificar e definir a musculatura, mas que já estão inseridas em um quadro de alimentação saudável e equilibrada e de um plano com a prática regular de exercícios físicos.

Você já conhecia o tratamento com corrente russa? Já tem alguma experiência com este procedimento? Conta pra gente nos comentários!

Deixe um Comentário

/* ]]> */