Estrias

Estrias nas costas: entenda o que são essas marcas na pele

Estrias nas costas

Você sabia que além dos glúteos, coxas, quadris, abdômen e seios, as estrias também podem surgir nas costas?

Pois é. Condição mais comum em homens do que em mulheres, as estrias nas costas caracterizam-se por linhas vermelhas ou esbranquiçadas, geralmente horizontais e tem como causa o estiramento excessivo da pele que acontece em algumas situações, como durante o crescimento, por exemplo.

Leia este post e saiba como as estrias nas costas se formam, suas causas e métodos de tratamento e prevenção. Confira!

O que são estrias

Antes de abordamos especificamente as estrias nas costas, é importante entender o que são e como se formam essas lesões.

As estrias são lesões similares às cicatrizes, e são resultantes do rompimento das fibras elásticas cutâneas decorrentes do estiramento excessivo da pele combinado a outros fatores, como alterações hormonais, questões hereditárias, uso de corticoides e anabolizantes.

Nas mulheres, elas são bem comuns na região dos quadris, glúteos, coxas, abdômen e seios e os principais fatores que causam o estiramento da pele nessas regiões são o ganho de peso abrupto, implante de próteses de silicone, gravidez, entre outros.

Já nos homens, as causas mais comuns são o crescimento natural do corpo, aumento muscular e esforços físicos intensos, por isso as estrias neles são mais comuns nos braços, pernas e nas costas.

Causas das estrias nas costas

Nos casos de estrias nas costas, este estiramento da pele se dá principalmente durante o crescimento natural do corpo, em especial na adolescência, quando o indivíduo apresenta um crescimento rápido e intenso.

Nesta fase, é comum que os tecidos das costas sofram um estiramento superior ao que a elasticidade da pele pode suportar, resultando no aparecimento das estrias.

Outro motivo são os exercícios de musculação. Treinos muito intensos, com cargas muito pesadas e que requerem muito esforço físico podem ocasionar o rompimento das fibras elásticas e o aparecimento de estrias.

Essas lesões também podem aparecer se o ganho de massa muscular for muito rápido e o volume corpóreo ultrapassar a capacidade de elasticidade da pele, rompendo suas fibras.

Se ainda houver o uso de anabolizantes combinados ao esforço intenso e aumento muscular, o aparecimento de estrias pode ser ainda mais favorecido, visto que essas substâncias podem alterar a estrutura dérmica, deixando a pele mais fragilizada e menos elástica.

Apesar das estrias nas costas serem mais comuns em homens, as mulheres também podem apresentar essas lesões, seja pelo crescimento do corpo ou também por treinos musculares, se esta for adepta de academias. Se há uma predisposição familiar às estrias, é importante ficar atenta e tomar medidas de prevenção.

Como prevenir estrias nas costas

Infelizmente, é impossível garantir que estrias não aparecerão na sua pele um dia, pois existem muitos fatores que influenciam no surgimento dessas lesões e alguns são inevitáveis, como o crescimento natural do corpo, por exemplo.

No entanto, adotar algumas medidas de prevenção na sua rotina diária pode diminuir a chance do surgimento de estrias nas costas e também em outras partes do corpo. Confira:

  • Evite pegar muito peso na musculação durante a adolescência: o excesso de esforço físico pode causar o rompimento de fibras elásticas da pele originando estrias;
  • Não faça uso de esteroides anabolizantes: além de serem substâncias de uso proibido e que prejudicam a saúde, eles ainda favorecem o aparecimento de estrias;
  • Não tome banhos quentes: a água quente resseca a pele e a deixa menos elástica;
  • Use cremes hidratantes: a pele precisa de hidratação para manter a sua elasticidade. Portanto use cremes hidratantes e beba pelos menos dois litros de água por dia;
  • Controle o peso: tenha uma dieta saudável e equilibrada a fim de evitar mudanças bruscas de peso que possam alterar a estrutura da sua pele de forma abrupta.

Melhores tratamentos para estrias

Uma vez instaladas, as estrias não podem ser eliminadas. Mas já existem tratamentos que suavizam essas lesões tornando-as menos evidentes na pele. Conheça alguns deles:

  • Peelings: eles podem ser químicos (com o uso de ácidos como o retinoico) ou mecânicos (com o uso de microcristais ou diamantes). Esse procedimento promove uma esfoliação da pele, removendo sua camada mais superficial e estimulando a regeneração dos tecidos cutâneos, originando uma pele mais lisa, uniforme e elástica;
  • Cremes e óleos para estrias: são menos eficientes do que os tratamentos estéticos, mas são uma solução mais barata para o problema. Para surtir efeito, o tratamento com cremes e óleos deve ser contínuo e de longa duração;
  • Laser e luz intensa pulsada: são tratamentos que utilizam a aplicação de luz e são muito eficientes para eliminar ou suavizar as estrias vermelhas, que são mais finas e recentes;
  • Carboxiterapia: tratamento que injeta gás carbônico nas estrias a fim de distender os tecidos e estimular a produção de colágeno. É eficiente para estrias vermelhas e brancas.

As estrias nas costas, assim como em qualquer outra parte do corpo, são um incômodo estético e podem afetar a autoestima de quem as tem. Portanto, se este é o seu caso, não hesite em buscar ajuda em clínicas dermatológicas e estéticas. Apesar de difíceis de tirar, é possível suavizar essas marcas e diminuir sua evidência na pele, melhorando muito o seu aspecto.

Você sabia que as estrias podiam afetar as costas? Você ou algum conhecido possui estrias nesta parte do corpo? Como você lida com essas lesões? Conta pra gente nos comentários!

Leave a Comment

/* ]]> */