Celulite

Homem tem celulite? Entenda quando, como e as razões

Homem tem celulite

A Sociedade Brasileira de Dermatologia confirma o que as mulheres sabem na prática: cerca de 99% do público feminino tem ou terá celulite em algum grau depois dos 30 anos; homem tem celulite, mas o problema afeta apenas 20% deles.

É, meninas, infelizmente, não tem como escapar dos detestáveis furinhos. Mas por que existe tanta diferença? Os motivos não têm a ver exatamente com o refrigerante ou bolinho a mais. As celulites estão diretamente ligadas aos hormônios.

A produção de estrogênio faz com que haja maior retenção de líquido. Isso provoca mais variação de peso. Sem falar em outros fatores como gravidez e início do ciclo menstrual, que também contribuem com o aumento na balança.

Basicamente, celulite é excesso de gordura. No entanto, a distribuição dessa gordura é o principal motivo do surgimento da celulite mais frequentemente em mulheres.

É que o estrogênio faz com que as células adiposas fiquem concentradas em coxas e glúteos, principalmente. Esses locais contam com músculos fortes que, ao serem contraídos, fazem a pele ser puxada. Então, os furinhos podem ser vistos, ou seja, surge o famoso aspecto “casca de laranja”.

Homem tem celulite? Em menor proporção em relação às mulheres, porque eles produzem testosterona, e este hormônio leva a gordura ao abdômen. A musculatura ali é fraca; os marmanjos podem contrair a região à vontade e os buracos não aparecem! Sabe aquela ‘pancinha de chope’? Pois é por aí que a banda toca…

E tem mais: o tecido adiposo do homem também é diferente. Seus septos são mais resistentes, grossos e distribuídos de forma oblíqua. Quando eles engordam, a gordura fica alojada no fundo.

Já as mulheres que ganham peso têm a gordura projetada para fora. Isso ocorre em função das condições das estruturas finas e retas que permeiam as células gordurosas, os septos. No caso feminino, essas traves são ligadas da superfície até o tecido, formando os furinhos de celulite.

Outro detalhe interessante é que a testosterona favorece o ganho de massa muscular. Enquanto o estrogênio potencializa o aumento de massa gorda.

Por tudo isso, oito em cada dez mulheres possuem algum grau de celulite nas curvas. Enquanto eles, bem, os felizardos, dificilmente têm os desagradáveis pontinhos e ondulações.

Existem ainda outros fatores capazes de acentuar a incidência de celulite. São eles: genética e hereditariedade; ingestão de hormônios como os anticoncepcionais, má alimentação, sedentarismo, estilo de vida desregulado e problemas circulatórios.

Geralmente, a celulite feminina surge após a puberdade até a idade adulta, nas nádegas, coxas e quadril. Nos homens, as depressões na pele normalmente chegam em idade mais madura e quando há sobrepeso, na área abdominal.

O tratamento da celulite consiste em reduzir a quantidade de gordura localizada para favorecer a drenagem local e melhorar a retenção de líquidos.

O combate ao problema deve ser feito de maneira multidisciplinar, incluindo mudança de hábitos na alimentação, uso de técnicas para eliminar gordura e flacidez, prática de atividades físicas, entre outras medidas.

Se você é mulher e não tem celulite, infelizmente, seu momento vai chegar. Após os 30 anos de idade, 99% do público feminino já apresenta as marcas – contra 20%, no máximo, dos homens. É o que diz estudo da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Estrógeno. Testosterona. Homem. Mulher. Gordura. Músculos. Homem tem celulite, mas são poucos os casos quando comparados a nós, mulheres.

É, somos bem diferentes mesmo. Ok. A vida é assim. Que bom que existem tratamentos, massagens para celulite, cremes, cápsulas e uma infinidade de coisas para combater o problema.

Foco na solução, meninas!

Até o próximo post…

Leave a Comment

/* ]]> */