Estrias

Microdermoabrasão para estrias: use o peeling de cristal para tratar essas marcas na pele

Microdermoabrasão para estrias

Quem possui estrias – aquelas indesejáveis linhas vermelhas ou brancas que marcam a pele – sabe que elas surgem de repente, e uma vez instaladas, não desaparecem nunca mais, sendo um verdadeiro pesadelo na vida de quem sofre com essas marcas.

Mas se por um lado essas lesões não podem ser totalmente eliminadas, por outro, já existem tratamentos estéticos capazes de atenuar as estrias, suavizando sua textura e coloração e tornando-as praticamente imperceptíveis na pele. A midrodermoabrasão é um deles.

Leia este post e saiba como funciona o tratamento com microdermoabrasão para estrias.

O que é a microdermoabrasão para estrias

A midrodermoabrasão – também chamada de peeling de cristal – é um dos tratamentos estéticos mais realizados nos Estados Unidos e traz excelentes resultados no tratamento de estrias, suavizando essas marcas na pele em textura, tamanho e coloração.

O procedimento consiste na esfoliação da região afetada utilizando microcristais, que promovem uma remoção da camada mais superficial da pele e favorecem a regeneração cutânea, originando uma pele mais lisa, uniforme e elástica, com estrias suavizadas e menos aparentes.

O tratamento pode ser aplicado em qualquer parte do corpo, e é eficiente tanto em casos de estrias vermelhas (mais recentes) como de estrias brancas (mais antigas e profundas).

Como o procedimento é feito

A microdermoabrasão para estrias é um procedimento simples e que não utiliza incisões na pele, ou seja, é um tratamento não invasivo.

Ele utiliza um aparelho com sistema a vácuo que promove a pulverização de microcristais de óxido de alumínio sobre a área a ser tratada, promovendo uma esfoliação mecânica que remove a camada mais superficial da pele, enquanto a sucção remove as células mortas. A força do pulverizador e de sucção pode ser ajustada dependendo da severidade das estrias.

Essa abrasão realizada pelos microcristais estimula a pele da região tratada a se regenerar, aumentando a produção de colágeno, proteína natural que confere tônus e elasticidade à pele. Esse novo colágeno promove a redução do tamanho da estria, aproximando suas bordas e diminuindo a sua profundidade.

Além disso, a textura e coloração das estrias também são suavizadas e essas lesões ficam praticamente imperceptíveis na pele, que ganha mais uniformidade.

A duração da sessão depende da extensão da região a ser tratada, mas costuma variar de 30 a 60 minutos. Não causa dor no paciente, apenas uma leve queimação, e após a sessão a região pode apresentar vermelhidão e ficar sensibilizada.

Pela sua simplicidade e rápida recuperação, a microdermoabrasão para estrias é conhecida nos Estados Unidos como lunch peel (peeling na hora do almoço), pois não necessita de repouso e a pessoa pode retomar suas atividades logo após a sessão, apenas cumprindo as recomendações passadas pelo seu dermatologista.

Apesar de ser um procedimento simples, a microdermoabrasão para estrias é contraindicada em alguns casos, como indivíduos com herpes, lúpus, verrugas, erupções cutâneas e ulcera. Também não deve ser feita em gestantes e lactantes.

Resultados e sessões

Assim como todo tratamento para estrias, a microdermoabrasão traz resultados gradativos e estes são observados mais rapidamente em casos de estrias vermelhas, que são mais recentes e fáceis de tratar. Mas em longo prazo, as estrias brancas também são beneficiadas pelo tratamento.

O número de sessões varia de pessoa para pessoa, mas de maneira geral, tratamentos para estrias são longos e podem ser necessárias de 10 a 15 sessões, com intervalos de 20 dias entre elas.

Os resultados podem demorar, mas vale a pena. Ao final do tratamento, é possível notar uma redução significativa no tamanho e profundidade das estrias, uma melhora em sua textura e coloração e também no aspecto geral da pele.

A microdermoabrasão para estrias é um dos melhores tratamentos disponíveis atualmente no mercado estético. Além de trazer excelentes resultados na suavização das estrias e aspecto geral da pele, ele é pouco agressivo quando comparado a outros tratamentos e não traz riscos á saúde. Portanto, se você se sente incomodada pelas estrias e não vê a hora de se livrar dessas marcas, consulte um dermatologista sobre a possibilidade de realizar este procedimento.

Você sabia que a microdermoabrasão também podia ser utilizada no tratamento de estrias? O que acha desse procedimento? Conta pra gente nos comentários!

Leave a Comment

/* ]]> */