Estrias

Óleos para estrias: conheça os 4 principais óleos utilizados no tratamento e prevenção de estrias

Óleos para estrias

Entre os muitos produtos existentes para tratamento de estrias, não há dúvidas de que os óleos estão na posição de destaque.

Presentes na fórmula de diversos cosméticos e também em receitas caseiras, os óleos para estrias são utilizados tanto no tratamento de estrias já existentes como na prevenção de novas lesões.

É fato que a maioria dos óleos vegetais possui efeitos positivos para a hidratação da pele e para a atenuação de estrias, no entanto, alguns deles são ainda mais especiais e efetivos quando o assunto é melhorar a aparência das estrias e evitar que novas cicatrizes se formem.

Conheça neste post, os principais óleos usados para o tratamento de estrias. Confira!

1. Óleo de amêndoas

O óleo de amêndoas é, com certeza, o mais famoso dos óleos para estrias, indicado principalmente para evitar as estrias na gravidez.

Quem já esteve grávida ou vivenciou de perto a gestação de alguém, sabe que é praticamente impossível atravessar esse período sem que alguém lhe indique aplicar óleo de amêndoas diariamente na barriga para evitar que as estrias apareçam.

O óleo de amêndoas é rico em ácido oleico, o que o torna muito emoliente e hidratante. Além disso, possui alta concentração de vitaminas, tem ação anti-inflamatória e ajuda na melhora da elasticidade da pele, promovendo suavidade e maciez.

Ele cria uma película na superfície da pele que dificulta a perda de água, evitando o ressecamento e deixando a pele mais hidratada e elástica, diminuindo a chance de formação de estrias e melhorando a aparência das existentes, sobretudo as estrias vermelhas, que são mais recentes.

Mas cuidado na hora de comprar! Para ter todos os benefícios do óleo de amêndoas, ele deve ser puro, e infelizmente, a maioria das marcas disponíveis em farmácias e lojas de cosméticos é misturada com óleo mineral, que não traz nenhum benefício para a pele.

Portanto, sempre confira se o óleo de amêndoas é realmente puro. Você pode encontrá-lo com mais facilidade em lojas de produtos naturais.

O óleo de amêndoas pode ser aplicado puro na pele ou combinado com cremes, pomadas, plantas e outros ativos em tratamentos caseiros para estrias.

2. Óleo de Rosa Mosqueta

Entre os óleos para estrias, o de rosa mosqueta também é bastante conhecido por sua eficácia. Ele é capaz de suavizar estrias, regenerar a pele, tratar cicatrizes, clarear manchas, entre outros.

O óleo de rosa mosqueta é rico em ácidos graxos insaturados, em vitamina C e, principalmente, nos chamados ácidos trans-retinóicos, que conferem seu poder cicatrizante e regenerador da pele.

Como toda estria é, na verdade uma cicatriz, o óleo de rosa mosqueta ajuda amenizando a textura, coloração e tamanho da estria e deixando-a menos perceptível na pele. Além disso, mantém a pele mais hidratada e elástica, prevenindo o aparecimento de novas lesões.

O óleo de rosa mosqueta pode ser encontrado como ingrediente de diversos produtos, como o óleo para estrias da Mustela, por exemplo, ou na sua forma pura. Caso opte pela versão pura do óleo, tenha cuidado na hora de comprar, sempre leia o rótulo para verificar se não há mistura de óleos minerais.

Ele pode ser aplicado puro na pele afetada pelas estrias ou ser usado combinado a outros ativos em receitas caseiras para tratamento dessas lesões.

3. Óleo de semente de uva

Apesar de ser menos conhecido que os óleos de amêndoas e de rosa mosqueta, o óleo de semente de uva também é um importante aliado no combate às estrias.

Rico em vitamina E, o óleo de uva possui propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, hidratantes e regeneradoras capazes de suavizar as estrias, pois estimula a produção de colágeno na pele, conferindo mais elasticidade e firmeza.

O óleo de semente de uva atua formando uma película sobre a superfície da pele que impede a perda hídrica – perda de água – pelos tecidos, evitando o ressecamento da pele e mantendo a hidratação. E uma pele hidratada tem mais elasticidade, o que diminui as chances de formação de novas estrias.

Quanto às lesões já existentes, elas têm seu aspecto bem atenuado tanto em textura como em coloração, efeito decorrente da melhor condição da pele proporcionada pelo óleo de semente de uva.

Ele deve ser aplicado diariamente sobre toda a área afetada pelas estrias. O óleo de semente de uva pode ser encontrado em farmácias, loja de cosméticos e de produtos naturais. Opte sempre por sua versão pura para obter melhores resultados.

4. Bio-Oil Skin Care

Este não é somente um óleo vegetal e sim uma combinação de diversos óleos e extratos vegetais enriquecido com diferentes nutrientes. É um dos óleos para estrias mais utilizado e recomendado por mulheres e blogs de beleza, sendo muito eficiente no tratamento e prevenção dessas lesões.

Para quem não conhece, o Bio-oil é um produto formulado para auxiliar no tratamento e prevenção de estrias, melhorar a aparência de cicatrizes, uniformizar tons diferentes na pele e auxiliar no cuidado de peles muito desidratadas e com sinais da idade.

Sua fórmula é uma combinação de extratos de plantas e vitaminas suspensos numa base de óleo. Possui um ingrediente revolucionário, o PurCellin Oil, que torna a fórmula leve e não gordurosa, assegurando que seus ativos sejam facilmente absorvidos pela pele.

Sua composição conta com vitamina A, E, lavanda, extrato de camomila e azeite de alecrim.

O Bio-Oil aumenta a hidratação e elasticidade da pele atuando de forma preventiva ao aparecimento das estrias. Além disso, melhora o aspecto das lesões existentes, tornando estrias vermelhas e brancas menos evidentes na pele.

Ele deve ser aplicado diariamente sobre as estrias, massageando a região até a total absorção do produto pela pele. O Bio-Oil pode ser encontrado em farmácias e lojas de cosméticos e custa, em média, R$30,00.

Os óleos para estrias citados neste post são os mais conhecidos e usados no tratamento dessas marcas, mas vale salientar que praticamente todos os óleos vegetais tem ação benéfica na prevenção e tratamento de estrias, afinal, todos melhoram a hidratação e elasticidade da pele. Os óleos de abacate, de linhaça, de castanha-do-pará e azeite de oliva, por exemplo, também são eficazes.

Além disso, vale ressaltar que os resultados com óleos são lentos e gradativos. É preciso usar regularmente e por um longo período para que haja melhora visível na aparência das estrias. Mas é um cuidado que vale a pena!

Você usa óleos para estrias? Qual o seu preferido? Conta pra gente nos comentários!

Leave a Comment

/* ]]> */