Estrias

Vitamina B ajuda a diminuir estrias? Saiba tudo sobre o uso de vitamina B5 para estrias!

Vitamina B para estrias

As vitaminas do complexo B são essenciais para o funcionamento geral do corpo, desempenhando diferentes funções no nosso organismo e trazendo diversos benefícios para a saúde.

E um desses benefícios – especialmente atribuído à vitamina B5 – é manter a saúde e beleza da pele, graças às suas propriedades hidratantes, anti-inflamatórias e cicatrizantes.

Veja também – Vacuoterapia para estrias e celulites: saiba tudo sobre este tratamento

E foram essas propriedades que tornaram a vitamina B5 um aliado no tratamento das estrias, marcas na pele que acomete a maioria das mulheres em diferentes graus de gravidade e que causam enorme desconforto estético.

Quer saber como funciona o uso de vitamina B5 para estrias? Veja a seguir o que é a vitamina B5, e quais benefícios ela traz para a pele e para o tratamento de estrias. Confira!

O que é a vitamina B5?

A vitamina B5 – também conhecida como ácido pantotênico – é uma das vitaminas integrantes do complexo B e é essencial para a adequada função do tecido epitelial, sendo por este motivo, muito utilizada para tratar problemas que afetam a pele, inclusive as estrias.

Para tratamentos cosméticos, ela é encontrada na forma de dexpantenol – ou pró-vitamina B5 – e está presente na composição de diversos cremes, loções e pomadas.

Na forma de dexpantenol, a s principais funções da vitamina B5 são hidratar a pele, reparar lesões e ter ação anti-inflamatória.

Quais os benefícios da vitamina B5 para a pele?

A vitamina B5 possui um alto potencial hidratante. Em contato com a pele, ela reduz a perda transepidérmica de água evitando o ressecamento e descamação da pele, conferindo suavidade e elasticidade.

Além disso, tem uma ótima atuação anti-inflamatória e na cicatrização de feridas, acelerando o processo, sendo muito eficaz no tratamento de lesões de queimadura e algumas doenças de pele.

Além disso, a vitamina B5 também auxilia no tratamento de cicatrizes, melhorando o seu aspecto e amenizando a sua aparência na pele, atuação que faz com que ela seja usada como uma aliada no tratamento de estrias.

Mas antes… Entenda o que são estrias

Antes de falarmos sobre o uso da vitamina B5 para estrias, é importante entender o que são essas lesões, suas causas e processo de formação.

As estrias são cicatrizes decorrentes do rompimento de fibras elásticas e colágenas, ocasionadas pelo estiramento excessivo da pele, devido uma sobrecarga na sua capacidade elástica.

Veja também – Refrigerante causa estrias e celulites? Mito ou verdade?

Essa sobrecarga ocorre em diversas situações onde há um aumento do volume corpóreo de forma rápida e abrupta, sem dar tempo à pele para que ela se adapte aos novos contornos do corpo. Alguns exemplos são o crescimento puberal, ganho de peso excessivo, gravidez, aumento da mama por prótese de silicone, entre outros.

Geralmente, as estrias começam com uma coloração vermelha e arroxeada e depois se tornam esbranquiçadas. As vermelhas indicam a existência de um processo inflamatório e são mais fáceis de tratar, enquanto as brancas são cicatrizes antigas e mais difíceis de amenizar.

Como funciona a vitamina B5 para estrias?

Por serem um tipo de cicatriz, as estrias podem ser beneficiadas pelo uso da vitamina B5, principalmente na forma de dexpantenol.

Essa substância pode auxiliar a diminuir o processo inflamatório de estrias vermelhas e arroxeadas, melhorando a cicatrização e a recuperação da pele. Além disso, ao proporcionar hidratação profunda, o dexpantenol  deixa a pele mais suave e elástica, melhorando seu aspecto geral e, consequentemente, o das estrias, que tem a sua textura e coloração melhoradas.

Mas é importante deixar claro que a atuação da vitamina B5 para estrias se dá pela hidratação profunda da pele, que faz com que o aspecto delas melhore, deixando-as menos evidentes na pele. No entanto, ela não elimina ou diminui o número de estrias.

Onde encontrar a vitamina B5?

A vitamina B5 pode ser encontrada em diversos alimentos de origem animal como carne, vísceras, leite e seus derivados; e também em alimentos de origem vegetal como cevada, soja, sementes de abóbora, cogumelos e frutos secos, além de estar disponível como suplemento alimentar.

Veja também – Remédios para estrias: conheça os principais medicamentos tópicos para tratamento dessas lesões

Claro que manter uma dieta equilibrada e rica em vitamina B5 é importante, no entanto, se o objetivo é suavizar as estrias, é importante utilizar algum creme tópico que contenha dexpantenol. Esses cremes possuem a vitamina B5 em concentrações maiores e na forma biodisponível ideal para atuar na pele.

O uso da vitamina B5 para estrias não soluciona o problema e nem diminui a quantidade dessas lesões, mas suaviza a aparência delas na pele. E se tratando dessas lesões tão incômodas, apenas amenizá-las já é satisfatório. Para quem quer realmente reduzir as estrias, existem diversos tratamentos estéticos com laser ou peeling que podem trazer soluções mais efetivas.

Você já conhecia a relação da vitamina B5 e o tratamento de estrias? Você acha que funciona? Deixe sua opinião nos comentários!

Deixe um Comentário

/* ]]> */